Oclusão de artéria central da Retina é tema da reunião dos médicos do setor de Retina e Uveítes

O tema abordado na reunião do setor de Retina, que ocorreu no dia 20 de março, foi oclusão de artéria central da retina. Uma doença rara, que se caracteriza por perda da visão grave, indolor e súbita. É considerada como uma forma semelhante ao acidente vascular cerebral. A principal causa da oclusão é através do processo de aterosclerose na artéria carótida, ou seja, deposição de material lipídico no lúmen da artéria, com inflamação crônica e redução do calibre, podendo liberar embôlos para artéria central da retina. Outras causas podem ser trombose, vasculite ou trauma. Os principais fatores de risco são hipertensão arterial, diabetes, tabagismo e aumento dos fatores de coagulação sanguínea. A angiografia com fluoresceína ajuda no diagnóstico, pois mostra lentificação ou ausência de circulação sanguínea nas artérias. O tratamento consiste em reduzir a pressão intraocular e vasodilatação dos vasos retinianos, para possibilitar migração do êmbolo e reperfusão da retina. O prognóstico é reservado e depende do diagnóstico e intervenção precoce. Conheça a equipe de Retina em http://www.sadalla.com.br/medicos-oftalmologistas-joinville-sc/